quinta-feira, 13 de junho de 2013

I Roda de conversa no Curso de Antropologia - UFRN

A União Cigana preocupada com a perca da cultura cigana, tem feito um trabalho de "formiguinha na tentativa de resgatar, manter e preservar, mostrando aos jurem um pouco do ser cigano.

Temos feito o resgate, manutenção e preservação da cultura cigana em Escolas, Universidades, Reuniões, e etc. Sempre se fazendo presente, através da dança, música, e palestras culturais. Até mesmo quando pleiteamos a inserção de políticas públicas para os ranchos do RN.

A conscientização da importância na contribuição da cultura cigana na edificação cultural da população Brasileira, é algo certo. Mas infelizmente invisível aos olhos dos jurem.
A desconstrução do pré conceito arraigado na população em desfavor dos ciganos, tem um causado um efeito devastador, que não retroage com o passar do tempo, mas que devasta a nossa alma, trazendo inúmeros prejuízos físicos e psíquicos. Tal situação, acontece de forma a "diminuir" nossa importância na sociedade, pois vai nos sufocando, impossibilitando nossa cidadania.

A UCIRN, em suas representações tem levantado inúmeras interrogações com relação aos direitos e deveres dos ciganos aos gestores do Estado e graças ao nosso trabalho de formiguinha, os poucos as coisas tem melhorado para nossos rancho em todo o RN. As pessoas nos olham com outros olhos, começam a nos ver como cidadãos. Graças a Deus misericordioso.

Diana.

Seguem as fotos:

Alunas do curso que nos convidaram para a roda de conversa.

Após a apresentação de dança cigana, todas alunas nos homenagearam com uma foto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário